Indicadores de sustentabilidade em duas áreas distintas, em Caldas/MG, através da metodologia MESMIS

Milta Margaret Barbosa, Jéssica Daiane dos Reis, Otavio Duarte Giunti, Ariana Vieira Silva

Resumo


O desenvolvimento sustentável é condição essencial para reverter e minimizar os impactos decorrentes das mudanças oriundas da intervenção humana nos recursos ambientais. Esse trabalho teve por objetivos a criação, seleção e aplicação de indicadores de sustentabilidade, por meio de diagnóstico visual, composto por 26 parâmetros indicadores através da metodologia MESMIS. Foram escolhidas duas áreas para a aplicação, uma constituída por um fragmento de mata nativa e a outra constituída por área de pastagem, próxima a uma nascente, ambas na Fazenda Pedra Branca, município de Caldas, no sul de Minas Gerais, que está inserida dentro da Área de Proteção Ambiental (APA) Santuário Ecológico da Pedra Branca. Como resultados, o fragmento de mata apresentou elevado índice de sustentabilidade, sendo necessário um baixo manejo da área. Já a área de pastagem apresentou vários pontos críticos a serem melhorados. A maior parte dos pontos críticos está relacionada à pouca diversidade ecológica da área e sugere-se como alternativa para elevar a diversidade a integração entre a manejo da pastagem e a produção florestal, através da inserção de ilhas e aleias compostas por espécies arbóreo-arbustivas. Também é proposta a recomposição da vegetação ciliar da nascente próxima à pastagem, em área rural consolidada.

Palavras-chave


Desenvolvimento Sustentável. Fragmento Florestal. Pastagem. Área de Proteção Ambiental.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.14295/holos.v17i1.11204

Creative Commons License
HOLOS ENVIRONMENT, Rio Claro, SP, Brasil - - - eISSN: 1519-8634 - - - está licenciada sob Licença Creative Commons

> > > > >
 




Filiado ao Portal de Periódicos CAPES



Filiada à Associação Brasileira de Editores Científicos a partir de 2010

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia