Parâmetros biométricos de trigo na terceira aplicação de lodo de esgoto compostado e irrigação com água residuária

Ana Carolina Barbosa Kummer, Helio Grassi Filho, Thomaz Figueiredo Lobo, Rodollpho Artur de Souza Lima, Fernando Ferrari Putti

Resumo


Os esgotos domésticos e lodos de esgoto, por conterem elevado teor de matéria orgânica e nutrientes, tornam-se uma alternativa promissora de uso na agricultura, principalmente quanto à substituição ou complementação dos fertilizantes agrícolas tradicionais que muitas vezes possuem custo elevado. Nesse sentido, objetivou-se com este estudo avaliar a resposta de plantas de trigo (Triticum aestivum) mediante a aplicação de lodo de esgoto compostado como adubo nitrogenado no solo sob a irrigação com água potável (AP) e residuária de esgoto tratado (AR). Utilizou-se o delineamento inteiramente casualizado, no esquema de parcelas subdivididas, com 10 repetições. Avaliaram-se sete níveis de adubação nitrogenada (subparcela) distribuídos em duas parcelas experimentais, representadas pela irrigação com AP e AR, sendo assim definidos: T1 = sem adubação nitrogenada no solo; T2 = 100% de adubação nitrogenada química; T3 = 50% de adubação nitrogenada química + 50% de adubação nitrogenada via lodo de esgoto compostado (LEC); T4, T5, T6 e T7 corresponderam à 100, 150, 200 e 250% de adubação nitrogenada via LEC, respectivamente. Os resultados indicam a possibilidade de substituição da adubação nitrogenada química, 80 kg ha-1 de N, pelo equivalente em LEC, sem prejuízos à cultura. Em solo não adubado com N, a irrigação com AR de esgoto tratado foi benéfica ao trigo, proporcionando incremento de 60% no número de grãos por planta.

Palavras-chave


Efluente de esgoto. Adubação nitrogenada. Fertirrigação. Triticum aestivum.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.14295/holos.v17i1.11244

Creative Commons License
HOLOS ENVIRONMENT, Rio Claro, SP, Brasil - - - eISSN: 1519-8634 - - - está licenciada sob Licença Creative Commons

> > > > >
 




Filiado ao Portal de Periódicos CAPES



Filiada à Associação Brasileira de Editores Científicos a partir de 2010

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia