Os princípios da sustentabilidade como norteadores na gestão dos resíduos sólidos urbanos

Amanda Rodrigues Santos Costa, Sara Maria Gomes Pinheiro, Alcione Moraes de Melo, Soraya Giovanetti El-Deir

Resumo


A preocupação ambiental é um tema crescente em toda a sociedade, pois o meio ambiente e a preservação deste afetam diretamente a qualidade de vida e a saúde humana. Nesse sentido, a grande produção de resíduos sólidos em centros urbanos contribui para a crise ambiental devido a um modelo econômico que incentiva padrões de consumo inadequados e desperdícios por parte da população. Portanto, diante desta problemática, o presente estudo pretende abordar a discussão sobre os princípios da sustentabilidade na gestão dos resíduos sólidos, além de analisar a Política Nacional de Resíduos Sólidos à luz do pensamento sistêmico. A visão sistêmica trata da ideia de interdependência entre elementos de um sistema, de forma que não é possível analisar um todo a partir do isolamento das partes. Desta forma, a gestão e o gerenciamento dos resíduos devem ocorrer de forma integrada, como prediz a legislação, considerando as dimensões econômica, social, ambiental e cultural, envolvendo os diversos setores – governo, setor privado e sociedade – e os sistemas interligados aos resíduos.


Palavras-chave


Princípios da sustentabilidade. Resíduos sólidos. Visão sistêmica.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.14295/holos.v17i1.11510

Creative Commons License
HOLOS ENVIRONMENT, Rio Claro, SP, Brasil - - - eISSN (eletrônico): 1519-8634 - - - está licenciada sob Licença Creative Commons

> > > > >
 




Filiado ao Portal de Periódicos CAPES



Filiada à Associação Brasileira de Editores Científicos a partir de 2010

 

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia