Percepção e conhecimento de alunos de graduação e funcionários de uma IES em relação às espécies vegetais e áreas naturais do campus

Marina Consuli Tischer, Alex Fernando Carciragui, Andressa Cristina Ricardo Camargo, Lorena Laís Sala, Natália de Souza Penteado, Tatiane Aparecida Domingues da Silva, Giovana de Oliveira Pereira, Jéssica Fernanda Pupi, Maiara Fernanda Cardoso, Sheron G. Dias D'Ávilla, Gabriele Marcon Oliveira, Maria Júlia N. Fernandes, Angel Domiciano Santanna Santos

Resumo


As áreas verdes urbanas são percebidas de diferentes formas pelas pessoas, a depender de fatores culturais, sociais e sensoriais. Uma Instituição de Ensino Superior (IES) reunindo uma heterogeneidade de classes sociais e descendências étnicas torna-se um local de pesquisa que pode refletir diferentes percepções ambientais. O conhecimento de tal heterogeneidade serve de base para a construção de programas específicos de educação ambiental. Desta forma, o objetivo deste trabalho foi analisar a percepção e conhecimento de alunos de graduação presencial e funcionários da IES em relação às espécies de flora e áreas naturais do campus universitário. O método adotado foi a aplicação de entrevistas estruturadas contando questões abertas e fechadas. Os dados foram analisados quali e quantitativas. Foram 40 participantes, sendo 55% alunos e 45% funcionários. O número de espécies citadas pelos participantes variou entre 1 e 11 (± 2.93). Sobre as áreas naturais do campus a maioria dos entrevistados (73%) a declarou como "regular" segundo sua percepção, sendo alguma forma de utilidade ao homem as mais citadas, ficando as funções ecológicas com menor importância. Baseando-se no conceito da “cegueira botânica” os resultados mostram que os entrevistados apresentam dificuldade em perceber as plantas em seu cotidiano. Tendo a referida IES a divulgação de uma postura sustentável, esperamos que os resultados possam servir de base para o planejamento de projetos de Educação Ambiental envolvendo alunos e funcionários da instituição e comunidade externa em projetos de extensão universitária que contribuam para o alcance de uma comunidade acadêmica que contribua com seu pilar ambiental.


Palavras-chave


Etnobotânica. Universitários. Percepção ambiental.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14295/holos.v20i1.12359

Creative Commons License
HOLOS ENVIRONMENT, Rio Claro, SP, Brasil - - - eISSN (eletrônico): 1519-8634 - - - está licenciada sob Licença Creative Commons

> > > > >
 




Filiado ao Portal de Periódicos CAPES



Filiada à Associação Brasileira de Editores Científicos a partir de 2010

 

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia