Manejo de macrófitas proveniente de infestação em ambientes naturais como suplemento para produção da microalga de interesse econômico Scenedesmus acuminatus

Frederico Pacheco Militão, Raissa Hirle Krettle, Fernanda Brêda-Alves, Camilo Dias Júnior, Erico Tadao Teramoto, Levi Pompermayer Machado, Valéria De Oliveira Fernandes

Resumo


Este estudo avaliou a influência de seis meios de cultura alternativos (um a base  de  NPK, dois  contendo  extrato  de  Pistia  stratiotes  e  Eichhornia  crassipes enriquecido  de  NPK,  e  outros  três  com  diferentes  diluições  de  extrato  puro  de  E. crassipes, (Eic 40, Eic 85, Eic 130) em comparação ao meio de cultura comercial ASM-1, no desenvolvimento da microalga Scenedesmus acuminatus. Foram avaliados taxa de crescimento (K), densidade, volume celular, biovolume e qualidade nutricional dos meios de cultura. Os meios de culturas testados apresentaram concentração de nutrientes suficiente para o crescimento da microalga. As taxas de crescimento de ASM-1 (0,439) foram similares (p>0,05) a NPK, Pis + NPK e Eic + NPK. Eic 85 e Eic 130 apresentaram os valores mais baixos (0,201; 0,150, respectivamente) e similares entre si. Os volumes dos tratamentos não diferiram de ASM-1 (135,427 μm3), somente o Eic NPK e Eic 130 apresentaram valores menores (86,780 e 100,401 μm3, respectivamente). O maior biovolume e densidade celular foram encontrados em Eic NPK (1,273 mm3.L-1 e 1047 x 104 cél.mL-1). Os tratamentos apresentaram capacidade de nutrição muito similar ao ASM-1, podendo substitui-lo no cultivo de S. acuminatus, em especial Eic + NPK que apresentou maior densidade e biovolume. Os tratamentos com extrato puro, apesar de apresentarem resultados mais baixos, ainda assim possibilitaram o desenvolvimento da alga.

Palavras-chave


Cultivo. Microalga. Macrófitas. NPK. Meio de cultura.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.14295/holos.v20i2.12379

Creative Commons License
HOLOS ENVIRONMENT, Rio Claro, SP, Brasil - - - eISSN (eletrônico): 1519-8634 - - - está licenciada sob Licença Creative Commons

> > > > >
 




Filiado ao Portal de Periódicos CAPES



Filiada à Associação Brasileira de Editores Científicos a partir de 2010

 

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia