Análise estatística do comportamento das intensidades de precipitação máxima das microrregiões do sul baiano

Davi Santiago Aquino, Lilian Lopes Cordeiro

Resumo


O conhecimento do comportamento da intensidade máxima de precipitação de determinada localidade apresenta grande interesse de ordem técnica nos projetos de obras hidráulicas, como dimensionamento de sistemas de micro e macrodrenagem de águas pluviais em áreas urbanas, rurais e rodoviárias. Neste contexto, o presente trabalho objetivou comparar estatisticamente pelo teste “t” de Student a 5% de significância os valores de intensidade de precipitação máxima entre as três microrregiões da mesorregião do Sul Baiano, para os tempos de precipitação de 10, 30, 60, 120 e 1.440 minutos e períodos de retorno de 2, 10, 50 e 100 anos. Para cada um dos 20 cenários advindos do cruzamento dos valores de duração da precipitação e de período de retorno calcularam-se os valores de intensidade de precipitação dos 70 municípios da mesorregião e as médias microrregionais foram comparadas estatisticamente entre si, a fim de se verificar a ocorrência de heterogeneidade de comportamento da intensidade de precipitação. Verificou-se que as três microrregiões não apresentam grande discrepância entre si e observaram-se disparidades apenas pontuais em determinados cenários, como maior suscetibilidade dos municípios da microrregião de Porto Seguro a precipitações de curta duração.


Palavras-chave


Precipitação. Drenagem pluvial. Estatística.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14295/holos.v20i3.12388

Creative Commons License
HOLOS ENVIRONMENT, Rio Claro, SP, Brasil - - - eISSN (eletrônico): 1519-8634 - - - está licenciada sob Licença Creative Commons

> > > > >
 




Filiado ao Portal de Periódicos CAPES



Filiada à Associação Brasileira de Editores Científicos a partir de 2010

 

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia