Transporte de íons de vinhaça em solos estruturados

Miguel A. Alfaro Soto, Natália C. Silva, Hernan R. Silva, Rosângela P. Modesto, Hung Kiang Chang

Resumo


Transporte de íons de vinhaça utilizada na fertirrigação tem sido simulado por modelos que levam em consideração a distribuição unimodal do tamanho dos poros. No entanto, solos lateríticos ou estruturados podem apresentar distribuições de tamanho de poros com propriedades geométricas, físicas e hidráulicas diferenciadas. Neste contexto, o presente trabalho apresenta a modelagem numérica do transporte de íons de vinhaça genéricos, a partir da superfície ou fonte de contaminação até ser incorporado à água subterrânea, levando em consideração distribuições uni e bimodal de tamanho de poros. Os resultados da simulação mostram que os íons de vinhaça podem atingir as águas subterrâneas três vezes mais rápido quando considerados os modelos bimodais e que o uso de modelos unimodais em solos lateríticos pode tanto subestimar quanto superestimar as concentrações finais, especialmente em solos em que a descontinuidade da distribuição do tamanho dos poros ocorre para baixos valores de sucção.


Palavras-chave


Distribuição bimodal de poros. Solos Lateríticos. Vinhaça.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14295/holos.v20i3.12390

Creative Commons License
HOLOS ENVIRONMENT, Rio Claro, SP, Brasil - - - eISSN (eletrônico): 1519-8634 - - - está licenciada sob Licença Creative Commons

> > > > >
 




Filiado ao Portal de Periódicos CAPES



Filiada à Associação Brasileira de Editores Científicos a partir de 2010

 

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia