ASPECTOS SÓCIO-ECONÔMICOS DAS PESCARIAS ARTESANAIS REALIZADAS NO COMPLEXO DE URUBUPUNGÁ E A SUA JUSANTE NO RIO PARANÁ

Silvana Aparecida Ceregato, Miguel Petrere Junior

Resumo


Para a execução deste trabalho foram considerados três ambientes: I) reservatórios de Ilha Solteira e Jupiá; II) rio Paraná entre as barragens de Jupiá e Porto Primavera; III) rio Paraná a jusante da barragem de Porto Primavera. O levantamento de dados foi feito mediante a aplicação de questionários, num total de 187 pescadores entrevistados, sendo que apenas 164 entrevistas foram consideradas válidas. As entrevistas foram feitas em julho/98 (época seca) e fevereiro/99 (época chuvosa). O objetivo deste trabalho foi o de relacionar as várias variáveis ou fatores ligados
diretamente à atividade pesqueira (ambiente em que o pescador atua, época da entrevista (seca ou chuvosa), aparelhos utilizados na pesca, número de dias em que pesca durante a semana, material utilizado na embarcação e sistema de impulsão empregado pelo pescador), bem como de algumas variáveis sócio-econômicas (idade, estado civil,
número de dependentes, instrução e busca de outra atividade no período da entressafra da pesca). Através de medidas descritivas e testes estatísticos pode-se concluir que cerca de
75% dos pescadores entrevistados têm até 50 anos e são casados. Cerca de 64% dos pescadores têm até três dependentes e há predomínio do curso primário ou 1º grau
(completo ou incompleto) entre os entrevistados. Estatisticamente, a busca por outra atividade remunerada no período da entressafra da pesca, o material utilizado na
embarcação e o número de dias que pesca durante a semana dependem do ambiente e da época em que o pescador está exercendo sua atividade. Os aparelhos mais freqüentemente empregados são as redes de espera, que predominam nos ambientes 1 e 2, e espinhel, mais freqüente no ambiente 3.

Palavras-chave


Pesca interior; Represas; Rios; Aspectos sócio-econômicos.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.14295/holos.v2i1.1613

Creative Commons License
HOLOS ENVIRONMENT, Rio Claro, SP, Brasil - - - eISSN (eletrônico): 1519-8634 - - - está licenciada sob Licença Creative Commons

> > > > >
 




Filiado ao Portal de Periódicos CAPES



Filiada à Associação Brasileira de Editores Científicos a partir de 2010

 

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia