APLICAÇÃO DO RESÍDUO DA MINERAÇÃO DE BAUXITA EM CANA-DE-AÇÚCAR

Adriano Gerim Ribeiro, João Antonio Galbiatti

Resumo


O experimento foi realizado em ambiente protegido com o objetivo de avaliar o efeito do resíduo da mineração de bauxita nos teores de macronutrientes e massa seca da cana-de-açúcar. Foram utilizados vasos de 10 L que receberam as seguintes doses de resíduo de bauxita: 0, 28, 56, 84, 112 e 140 t ha-1, utilizando-se o clone de cana-de-açúcar SP92 4221. A incorporação do resíduo de bauxita no solo proporcionou aumento nos teores dos macronutrientes do solo, sendo que apenas para o enxofre doses acima de 83 t ha-1 proporcionaram reduções deste nutriente. Já para os teores de macronutrientes determinados na folha, doses acima de 70,5; 125; 101; 56 t ha-1 diminuíram os teores de nitrogênio, fósforo, potássio e enxofre, respectivamente. Para o cálcio e o magnésio, entretanto, a utilização do resíduo proporcionou a diminuição dos seus teores foliares. A dose do resíduo de bauxita na qual houve a maior produção de massa seca foi de 64 t ha-1.

Palavras-chave


Sacharum oficinarum; Condicionador de Solo; Resíduo de Bauxita

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.14295/holos.v9i1.3476

Creative Commons License
HOLOS ENVIRONMENT, Rio Claro, SP, Brasil - - - eISSN (eletrônico): 1519-8634 - - - está licenciada sob Licença Creative Commons

> > > > >
 




Filiado ao Portal de Periódicos CAPES



Filiada à Associação Brasileira de Editores Científicos a partir de 2010

 

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia