CONDUTIVIDADE HIDRÁULICA DE BARREIRAS DE PROTEÇÃO PRODUZIDAS COM SOLO ARENOSO ESTABILIZADO QUIMICAMENTE

Rodrigo Pelho Rizzo, Rosimeire Aparecida Ventura Ribeiro, José Augusto de Lollo

Resumo


Foi testada a condutividade hidráulica de barreiras de proteção ambiental produzidas com solo arenoso (65% de areia e 27% de argila) estabilizado quimicamente com cal e cimento. Foram ensaiados corpos de prova das misturas compactadas usando as técnicas de ensaio de permeabilidade a carga variável e em área plena considerando os fatores tipo de estabilizante, teor de estabilizante, tempo de cura e condição de exposição. Os resultados dos ensaios de permeabilidade mostraram valores de condutividade hidráulica inferiores a 10-9 m/s, portanto compatíveis com a finalidade pretendida. É proposta uma seqüência de procedimentos a ser adotada em situações similares nas quais se pretenda aplicar esta técnica.

Palavras-chave


Barreiras de proteção. Condutividade hidráulica. Solo-cal. Solo-cimento. Estabilização de solos

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.14295/holos.v4i2.351

Creative Commons License
HOLOS ENVIRONMENT, Rio Claro, SP, Brasil - - - eISSN (eletrônico): 1519-8634 - - - está licenciada sob Licença Creative Commons

> > > > >
 




Filiado ao Portal de Periódicos CAPES



Filiada à Associação Brasileira de Editores Científicos a partir de 2010

 

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia