ATRIBUTOS FÍSICOS E QUÍMICOS DE SOLO CULTIVADO COM CANA-DE-AÇÚCAR PRÓXIMO A FRAGMENTO NATIVO

Ludmila de Freitas, José Carlos Casagrande, Ivan César Desuó

Resumo


Atualmente, o meio rural é dominado pelas grandes áreas intensamente cultivadas com monoculturas, solo descoberto sofrendo intenso processo erosivo, zonas ripárias sem vegetação, e pequenos fragmentos florestais isolados e perturbados pelas atividades humanas. Esse modelo mostra-se hoje insustentável, com conseqüências ambientais graves e irreversíveis. Este trabalho teve como objetivo caracterizar parâmetros físicos e químicos com a finalidade de explicar a influência de fragmentos florestais nativos sobre a produção e qualidade da cana-de-açúcar cultivada próximo aos fragmentos e, também, comprovar a utilidade da conservação desses fragmentos. O estudo foi realizado em um fragmento no Centro de Ciências Agrárias – Campus de Araras da UFSCar, Estado de São Paulo. Para atingir este objetivo, foi avaliada a qualidade do solo, através de seus componentes: matéria orgânica, pH, P, K, Ca, Mg, S, Al, H+Al, Na, B, Fe, Mn, Zn, m, SB, CTC, V, densidade, macro e microporosidade, em intervalos de 5m até a distância de 50m da borda florestal em direção à área agrícola, adentrando a área cultivada com cana e 10m no interior da mata, sendo a amostragem do solo feita nas profundidades de 0-10 e 10-20 cm. As matrizes de mata e de cana-de-açúcar se mostraram muito diferentes em relação às características do solo. Os efeitos observados no solo cultivado com cana-de-açúcar foram mais nítidos e acentuados nos primeiros 20 metros de distância da mata.

Palavras-chave


Fragmentos florestais nativos; Monocultura de cana-de-açúcar

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.14295/holos.v11i2.5626

Creative Commons License
HOLOS ENVIRONMENT, Rio Claro, SP, Brasil - - - eISSN (eletrônico): 1519-8634 - - - está licenciada sob Licença Creative Commons

> > > > >
 




Filiado ao Portal de Periódicos CAPES



Filiada à Associação Brasileira de Editores Científicos a partir de 2010

 

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia