UMA ANALOGIA ENTRE A LOGÍSTICA REVERSA, ISO 14000, E A POLÍTICA NACIONAL DE RESÍDUOS SÓLIDOS NO BRASIL

Paula Rodrigues Vargas, Gustavo Boni, André Luiz Emmel Silva, Elpídio Oscar Benitez Nara, Graciele Rediske, Liane Mahlmann Kipper

Resumo


A sociedade está mais consciente quanto aos produtos e processos ecologicamente corretos, o que faz com que a área da logística reversa, que é responsável pelo fluxo inverso dos produtos, esteja crescendo gradativamente nos últimos anos. Este artigo apresenta um estudo de caso, no que tange a logística reversa de lâmpadas fluorescentes realizado em empresa fabricante de painéis de madeira aglomerada, situada no estado do Rio Grande do Sul. O presente estudo tem como objetivo a verificação do atendimento aos requisitos descritos na Política Nacional de Resíduos Sólidos in loco, e ainda, o atendimento daqueles dispostos na norma ISO 14000, na qual a empresa busca certificação, e como estas estão envolvidas com a logística reversa. Neste trabalho se encontram a abrangência das referidas normas, bem como atuação da empresa para atendê-las.

Palavras-chave


Logísitica Reversa; ISO 14000; Política Nacional de Resíduos Sólidos; Lâmpadas Fluorescentes

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14295/holos.v14i2.8533

Creative Commons License
HOLOS ENVIRONMENT, Rio Claro, SP, Brasil - - - eISSN (eletrônico): 1519-8634 - - - está licenciada sob Licença Creative Commons

> > > > >
 




Filiado ao Portal de Periódicos CAPES



Filiada à Associação Brasileira de Editores Científicos a partir de 2010

 

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia