AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DA ÁGUA EM DUAS REPRESAS E UMA LAGOA NO MUNICIPIO DE ILHA SOLTEIRA (SP)

Emerson Ribeiro Basso, Sérgio Luis de Carvalho

Resumo


O presente trabalho teve por objetivo proceder à avaliação da qualidade da água da Represa da Lagoinha, da Represa do Ipê e da Lagoa da Pedreira, unidades aquáticas inseridas nos limites do município de Ilha Solteira (SP), durante o período de julho de 2004 a março de 2005.
A partir dos resultados do Índice de Qualidade das Águas - IQA e das análises de correlação e sazonalidade dos parâmetros físicos, químicos e biológicos combinados com levantamentos de campo, constatou-se que os efeitos das atividades antrópicas principais (agricultura irrigada e dessedentação de animais) desenvolvidas no entorno destas unidades provocaram a elevação dos teores de fatores fertilizantes (fósforo e nitrogênio) e aumento dos níveis de concentrações de coliformes totais. Constatou-se também, a partir das observações feitas “in loco”, fortes evidências de degradação das zonas ripárias das três unidades, assinalada, principalmente, pela ocorrência de assoreamento nas áreas próximas aos extravasores dos corpos de água e erosão do solo de borda, além de completa inexistência de vegetação ciliar.

Palavras-chave


Represa. Lagoa. IQA. Parâmetros de qualidade da água. Antrópico.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.14295/holos.v7i1.970

Creative Commons License
HOLOS ENVIRONMENT, Rio Claro, SP, Brasil - - - eISSN (eletrônico): 1519-8634 - - - está licenciada sob Licença Creative Commons

> > > > >
 




Filiado ao Portal de Periódicos CAPES



Filiada à Associação Brasileira de Editores Científicos a partir de 2010

 

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia