CARACTERIZACÃO DO RESÍDUO PROVENIENTE DA LIMPEZA DO FUNDO DO "LAGO AZUL", MUNICÍPIO DE RIO CLARO, SP, BRASIL

Ana Paula Kataoka, Ricardo Consigliero Guerra, Dejanira Franceschi de Angelis

Resumo


A geração e a disposição final de resíduos produzidos pela atividade antrópica vem se tornando uma preocupação constante em vista dos efeitos negativos proporcionados ao meio ambiente quando estes são dispostos de maneira inadequada. Um dos principais aspectos a serem abordados quanto a disposição final destes resíduos esta relacionado a sua classificação. A norma NBR 10.004. "Resíduos Sólidos –
Classificação", classifica-os quanto sua fonte ou origem e quanto ao seu grau de periculosidade frente a determinados padrões de qualidade ambiental e de saúde pública.
O objetivo deste estudo foi caracterizar o lodo retirado do fundo de um lago "Lago Azul", localizado na cidade de Rio Claro-SP, tendo em vista a destinação adequada deste
resíduo. Os ensaios de Lixiviação, Solubilização e Biodegradação foram realizados de acordo com as normas ABNT. As análises da lixiviação e solubilização do resíduo
demonstraram que este enquadra-se dentro dos limites estabelecidos nas respectivas normas técnicas, recebendo a classificação de resíduo inerte (classe-III). A biodegradabilidade do resíduo foi determinada através da aplicação de 0, 30, 50, 70, 100 % do resíduo em um solo coletado no Aterro Sanitário de Rio Claro. A evolução do CO2
foi acompanhada pelo método respirométrico de Bartha durante 55 dias. Cada tratamento foi realizado em quadruplicata. Após o período inicial de 55 dias adicionou-se ácido glutâmico e chorume, também coletado no Aterro Sanitário, a cada dois frascos dos tratamentos realizados. Os resultados indicam baixa biodegradabilidade do resíduo, sendo
que a máxima eficiência de biodegradação obtida foi de 11,6% no tratamento 100% resíduo, após a adição de chorume.

Palavras-chave


Resíduo Sólido. Lixiviação. Solubilização. Biodegradação.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.14295/holos.v3i1.1195

Creative Commons License
HOLOS ENVIRONMENT, Rio Claro, SP, Brasil - - - eISSN (eletrônico): 1519-8634 - - - está licenciada sob Licença Creative Commons

> > > > >
 




Filiado ao Portal de Periódicos CAPES



Filiada à Associação Brasileira de Editores Científicos a partir de 2010

 

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia