A FAZENDA DA AERONÁUTICA DE PIRASSUNUNGA COMO POTENCIAL ÁREA DE CONSERVAÇÃO DA BIODIVERSIDADE NA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO MOGI GUAÇU, SP

Israel Henrique Büttner Queiroz, Luis Felipe Mendes, Renata Sebastiani, Adriana Cavalieri Sais

Resumo


A Floresta Estacional Semidecidual é uma fitofisionomia do domínio Mata Atlântica, altamente fragmentada e ameaçada pela expansão agrícola no interior do Estado de São Paulo. A Fazenda da Aeronáutica de Pirassununga (FAYS) apresenta um conjunto de fragmentos de Floresta Estacional Semidecidual e Cerrado, além da Vegetação Ripária somando cerca de 1500 hectares, fundamentais para a conservação da biodiversidade no Estado de São Paulo. Por meio de caminhadas aleatórias pela trilha principal do fragmento de transição da Vegetação Ripária do Rio Mogi Guaçu e Floresta Estacional Semidecidual foi possível reconhecer 16 espécies arbóreas de diferentes níveis de ameaça, algumas destas também consideradas alvo para a conservação da biodiversidade no Estado de São Paulo. No presente estudo buscou-se destacar aspectos da fitofisionomia de Floresta Estacional Semidecidual da FAYS que permitam utilizá-la como ponto estratégico de conservação da biodiversidade da região, em associação com Unidades de Conservação próximas, através de futuros corredores ecológicos. 


Texto completo:

PDF


Creative Commons License
HOLOS ENVIRONMENT, Rio Claro, SP, Brasil - - - eISSN (eletrônico): 1519-8634 - - - está licenciada sob Licença Creative Commons

> > > > >
 




Filiado ao Portal de Periódicos CAPES



Filiada à Associação Brasileira de Editores Científicos a partir de 2010

 

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia