CARACTERÍSTICAS DAS TROCAS GASOSAS E PRODUÇÃO DE MATÉRIA SECA EM AMARANTHUS CRUENTUS L. SOB DIFERENTES DOSES DE NITROGÊNIO

Érico Manoel Valquilha, Michele de Moraes Nascimento, Clara Regis de Oliveira Ribeiro, Matheus Marostica Togni, Giovanna Rodrigues de Oliveira, Inês Cechin

Resumo


O objetivo deste estudo foi avaliar as respostas de Amaranthus cruentus L. à variação no suprimento de nitrogênio. Aumento na disponibilidade de nitrogênio resultou em maior acúmulo de massa seca da parte aérea. O peso foliar específico foi aumentado nas plantas que receberam a maior quantidade de nitrogênio. Os teores de clorofila a, b e total e de carotenoides assim como a capacidade fotossintética foram significativamente aumentados em resposta ao aumento no suprimento de nitrogênio. Maior disponibilidade de nitrogênio resultou em maior condutância estomática, mas com efeito pouco significativo na transpiração e na concentração de CO2 na cavidade subestomática. Os resultados mostram que plantas de A. cruentus L. são sensíveis às mudanças na disponibilidade de nitrogênio durante a fase vegetativa. 


Texto completo:

PDF


Creative Commons License
HOLOS ENVIRONMENT, Rio Claro, SP, Brasil - - - eISSN (eletrônico): 1519-8634 - - - está licenciada sob Licença Creative Commons

> > > > >
 




Filiado ao Portal de Periódicos CAPES



Filiada à Associação Brasileira de Editores Científicos a partir de 2010

 

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia