ASPECTOS AMBIENTAIS E QUALIDADE DAS ÁGUAS SUPERFICIAIS NA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO CURU – CEARÁ – BRASIL

Adryane Gorayeb, Raimundo Bemvindo Gomes, Lúcia de Fátima Pereira Araújo, Marcos José Nogueira de Souza, Morsyleide de Freitas Rosa, Maria Cléa Brito de Figueiredo

Resumo


Desde 1932, a bacia hidrográfica do rio Curu vem sendo alvo de intervenções governamentais tanto em âmbito federal como estadual. Destaca-se dentre as outras bacias do estado do Ceará por ter sido a primeira a implantar o sistema de perímetros irrigados, em 1975, bem como a primeira a organizar um Comitê de Bacia Hidrográfica, em 1996. Encontra-se atualmente com sérios problemas ambientais
relacionados aos efeitos da utilização inadequada dos recursos naturais. A presente pesquisa teve por objetivo analisar a qualidade das águas superficiais do rio Curu e de
seus principais reservatórios, considerando-se alguns parâmetros físicos, químicos e o teor de coliformes termotolerantes, segundo a Resolução nº 357 (CONSELHO
NACIONAL DE MEIO AMBIENTE, 2005). Em campo foram identificados os principais fatores potenciais de degradação dos recursos hídricos superficiais da bacia através do método “listagem de controle” (check list). Foram definidos e
georreferenciados 15 pontos de amostragem, envolvendo seções de rios e principais reservatórios, realizando-se cinco coletas de água com análises laboratoriais no período de um ano (fev./2003 a mar./2004). O estudo revelou que o crescimento econômico e demográfico da bacia vêm provocando a degradação dos recursos hídricos através do desmatamento da vegetação original, da ocupação das Áreas de Preservação Permanente (APP’s), da precariedade na infra-estrutura dos serviços de saneamento básico e das atividades agrícolas mal planejadas. Tal fato é constatado
através dos valores encontrados para os parâmetros analisados que não atendem aos padrões legais de referência da Resolução nº 357 (CONSELHO NACIONAL DE MEIO AMBIENTE, 2005), para as águas doces de classe 2.

Palavras-chave


Qualidade da água. Fatores de degradação. Impactos ambientais. Bacia hidrográfica. Nordeste do Brasil.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.14295/holos.v7i2.1358

Creative Commons License
HOLOS ENVIRONMENT, Rio Claro, SP, Brasil - - - eISSN (eletrônico): 1519-8634 - - - está licenciada sob Licença Creative Commons

> > > > >
 




Filiado ao Portal de Periódicos CAPES



Filiada à Associação Brasileira de Editores Científicos a partir de 2010

 

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia