ATIVIDADES ANTRÓPICAS NA MICROBACIA DO CÓRREGO DA BARRINHA, MUNICÍPIO DE PIRASSUNUNGA, ESTADO DE SÃO PAULO, BRASIL

André Gustavo Mazzini Bufon, Sâmia Maria Tauk Tornisielo, José Sávio Colares de Melo, Paulo Milton Barbosa Landim

Resumo


O objetivo deste estudo foi avaliar o uso e ocupação do solo da microbacia do córrego da Barrinha no intuito de identificar a situação existente. A microbacia do córrego da Barrinha está localizada em Cachoeira de Emas, no município de Pirassununga, Estado de São Paulo, com área estimada em 862 ha. Está localizada na bacia do rio Mogi-Guaçu onde se situa o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade, Centro Nacional de Pesquisa e Conservação de Peixes Continentais. A área onde se localiza está sob forte influência demográfica, recortada por estrada asfaltada e limitada por dois distritos urbanos (Cachoeira de Emas e Vila Santa Fé), essa microbacia sofre diretamente os efeitos da pressão antrópica. O manejo de culturas faz com que durante alguns meses do ano o solo se apresente sem proteção. Isso, combinado com as características morfológicas e de morformetria, permite o processo erosivo laminar, o que promove a ocorrência de sulcos, ravinas e voçorocas à jusante. Além disso, ocorre também a presença de erosão regressiva em taludes, marcada por sulcos em ravinas, pronunciadas em área de terraço recente. A situação da perda de solo, ocasionada principalmente pelo manejo mal orientado ou pela prática agrícola em zonas de preservação permanente, como o nicho da nascente, são fatores que tendem a contribuir para a perda de solo fértil. O plantio de cana-de-açúcar, a rotação de cultura, bem como a prática da mineração de saibro intensificam o assoreamento no canal do córrego da Barrinha.

Palavras-chave


Microbacia; Córrego da Barrinha; Atividades antrópicas; Impactos ambientais negativos

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.14295/holos.v12i1.3974

Creative Commons License
HOLOS ENVIRONMENT, Rio Claro, SP, Brasil - - - eISSN (eletrônico): 1519-8634 - - - está licenciada sob Licença Creative Commons

> > > > >
 




Filiado ao Portal de Periódicos CAPES



Filiada à Associação Brasileira de Editores Científicos a partir de 2010

 

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia