DIAGNÓSTICO DO PROCESSO DE COLETA E COMERCIALIZAÇÃO DE RECICLÁVEIS REALIZADO POR CATADORES NA CIDADE DE PASSO FUNDO/RS (BRASIL)

Aline Pimentel Gomes, Adalberto Pandolfo, Dayane Muhammad, Elvis Carissimi, Marcele Salles Martins

Resumo


Este artigo tem como objetivo diagnosticar o processo de coleta e comercialização de resíduos recicláveis, realizado pelos catadores da cidade de Passo Fundo/RS. Dados referentes ao trabalho dos catadores de recicláveis foram obtidos em entidades assistenciais ligadas aos catadores, com os sucateiros da cidade e com os próprios trabalhadores por meio de entrevistas, formulários e observações diretas. Os resultados demonstram que existem cerca de 1.500 catadores na cidade, incluindo jovens e crianças, 97% trabalham de forma autônoma, em condições precárias e têm que percorrer grandes distâncias para realizar a catação na área central da cidade. Os catadores possuem baixa escolaridade, sendo que 24% são analfabetos, a maioria tem a atividade de catação como única fonte de renda e 92% recebem um valor inferior ao salário mínimo. Além disso, o grande número de atravessadores e a grande distância até a indústria de reciclagem fazem com que os preços pagos pelos recicláveis aos catadores sejam baixos.

Palavras-chave


Resíduos Sólidos Urbanos; Recicláveis; Catadores; Coleta Informal

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14295/holos.v12i2.5069

Creative Commons License
HOLOS ENVIRONMENT, Rio Claro, SP, Brasil - - - eISSN (eletrônico): 1519-8634 - - - está licenciada sob Licença Creative Commons

> > > > >
 




Filiado ao Portal de Periódicos CAPES



Filiada à Associação Brasileira de Editores Científicos a partir de 2010

 

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia