AVALIAÇÃO DAS CONDIÇÕES SOCIOECONÔMICAS E AMBIENTAIS DE PROPRIEDADES AGRÍCOLAS DO MUNICÍPIO DE ILHA SOLTEIRA - SÃO PAULO, BRASIL

Mauro Martins, Juliana Heloisa Pinê Américo, Sérgio Luís de Carvalho, Elizete Aparecida Checon de Freitas-Lima

Resumo


O objetivo do trabalho foi avaliar as condições socioeconômicas e os problemas ambientais em propriedade rurais do município de Ilha Solteira, Estado de São Paulo e verificar como esses problemas são tratados de acordo com o grau de conscientização dos produtores. Foram visitadas 50 propriedades rurais, onde se aplicou um questionário envolvendo aspectos sociais, econômicos e os principais problemas de degradação ambiental. Abordaram-se aspectos relacionados ao uso e conservação do solo, disposição de resíduos sólidos e líquidos, descarte das embalagens de agrotóxicos, uso de equipamentos de proteção individual e lançamento de esgotos nas propriedades, entre outras ocorrências, procurando-se também avaliar a importância que os produtores e agregados atribuem aos recursos naturais e ao meio ambiente. Foram identificados diversos processos de degradação ambiental traduzidos por problemas de erosão, principalmente nas grandes propriedades, formas inadequadas de disposição dos resíduos sólidos, inadequação no descarte de embalagens de agrotóxicos falta do uso de equipamentos de proteção individual em algumas propriedades e pelo lançamento de grande parte dos esgotos em fossas negras.

Palavras-chave


Meio Ambiente; Recursos Naturais; Degradação Ambiental; Educação Ambiental

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.14295/holos.v15i1.8620

Creative Commons License
HOLOS ENVIRONMENT, Rio Claro, SP, Brasil - - - eISSN (eletrônico): 1519-8634 - - - está licenciada sob Licença Creative Commons

> > > > >
 




Filiado ao Portal de Periódicos CAPES



Filiada à Associação Brasileira de Editores Científicos a partir de 2010

 

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia