Influência de fenômenos climáticos sobre o regime de vazões na Bacia Hidrográfica do Rio Tapajós

Eduarda Silva de Sousa, Vanessa Conceição dos Santos, Carlos Eduardo Aguiar de Souza Costa

Resumo


O monitoramento de eventos hidrológicos e a análise da variabilidade espaço-temporal da precipitação são instrumentos significativos no gerenciamento hídrico, bem como identificar alguns sistemas climáticos e fenômenos, observando como estes influenciam nas precipitações pluviométricas, a exemplo o El Niño. O El Niño Oscilação Sul (ENOS) e o Dipolo Atlântico, que são os principais fenômenos que exercem influência sobre a hidrologia na região amazônica. O presente trabalho possui como objetivo analisar a influência desses fenômenos climáticos sobre o regime de vazões, obtidos por meio de curvas de permanência, na Bacia Hidrográfica do Rio Tapajós. O Dipolo do Atlântico, foi determinado com base nos índices TNA (Tropical Northern Atlantic) e TSA (Tropical Southern Atlantic), uma vez que este fenômeno interfere diretamente no principal sistema atmosférico da região, a Zona de Convergência Intertropical (ZCIT). Para análise dos ENOS, utilizou-se o índice de Oscilação do Niño (ION). As análises consistiram na aplicação dos métodos estatísticos correlação de Pearson e regressão linear, considerando a interação entre os valores de vazão e os índices climáticos. Deste modo, foi possível verificar a influência dos ENOS e Dipolo do Atlântico sobre o regime fluvial da Bacia.

Palavras-chave


El Niño. La Niña. Dipolo do Atlântico. Correlação.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14295/holos.v22i1.12464

Creative Commons License
HOLOS ENVIRONMENT, Rio Claro, SP, Brasil - - - eISSN (eletrônico): 1519-8634 - - - está licenciada sob Licença Creative Commons

> > > > >
 




Filiado ao Portal de Periódicos CAPES



Filiada à Associação Brasileira de Editores Científicos a partir de 2010

 

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia